Homem é acusado de matar "Gato Félix" é assassinado com 11 tiros

Extraído de: piauihoje.esporte   Junho 23, 2013

 Dois homens não identificados, mataram Pedro Tiago de Oliveira, o "Macarrão". O crime ocorreu nas proximidades da linha férrea dentro de uma casa próximo à Cohab, na cidade de Castelo do Piauí.

Segundo o portalcdp, "Macarrão" foi alvejado com onze disparos de revólveres calibre 32 e 38. Após dispararem os projéteis, os executores de "Macarrão" cortaram sua garganta com uma faca peixeira. A maioria dos tiros foram direcionados à sua face. Antes vítima foi perseguida, entrou numa casa, mas os seus algozes entraram e o mataram.

As autoridades policiais estão deduzindo que o crime foi por vingança, já que "Macarrão" e outros elementos eram acusados de assassinar o cigano conhecido pela alcunha de "Cabeludo". Esse crime gerou muita revolta entre os ciganos que residiam em Castelo do Piauí, à época, em 2011.

A diligência realizada pelo Delegado Igor Gadelha, Sd Elias Junior, J. Ribamar e Laurindo, que repassaram todas as informações inerentes ao fato para Capitão Reginaldo, comandante da 2ª Cia do 15º BPM, sediado em São Miguel do Tapuio.

Foi determinado aos militares que façam trabalho investigativo, no sentido de elucidar o crime e prender os matadores de "Macarrão".

Ao longo de sua vida pregressa, "Macarrão" amealhou vários desafetos e inimigos. Informações da polícia dão conta da participação do mesmo em dois assassinatos de grande repercussão: Cigano "Cabeludo" em Castelo do Piauí e do assaltante Gato Félix, ocorrido na Casa de Custódia José Ribamar Leite em Teresina.




 

 
Deixe seu comentário



Siga o Esporte Brasil
BRASIL
Notícias