Prudentópolis vai com tudo na Divisão de Acesso

Extraído de: Parana-online.com.br   Março 12, 2013

Divulgação
Elenco do Prudentópolis: treino em Piraquara e patrocínio forte pra sobreviver no deserto que é a Segundona estadual.

Quem disse que não dá para fazer futebol no interior? O Prudentópolis quer derrubar essa tese. Amanhã, o novo presidente do clube, Valdir Canini, estará na sede da Federação Paranaense de Futebol para promover a troca de nome - de Serrano para Prudentópolis Futebol Clube. O Serrano, fundado em 2007, foi o clube da cidade da região centro-sul do Estado até o ano passado. Em 2010, chegou a disputar a Primeira Divisão estadual. Mas por ser uma equipe vinculada a empresários de futebol não conseguiu atrair patrocínio em Prudentópolis. Agora, bastou o clube voltar a carregar o nome da cidade para já contar com um parceiro conhecido de todo o bom gourmet curitibano: a rede de restaurantes Madero.

Segundo o vice-presidente do grupo Madero, que atualmente possui 20 unidades espalhadas pelo país - 14 delas na Capital -, em 2013 o carro-chefe do marketing do restaurante será a parceria com o Prudentópolis. "O Prudentópolis vêm para agregar à nossa marca. Nossa intenção é criar condições mínimas financeiras para que o clube possa se desenvolver e trabalhar com tranqüilidade, fazendo uma boa campanha", aponta Homero Reick. A rede de restaurantes irá investir R$ 70 mil ao longo de toda a disputa da Divisão de Acesso do Estadual, que começa em maio.

O que faz o grupo Madero ser o patrocinador master do Prudentópolis são as raízes de seu dono, o chef Júnior Durski, que nasceu na cidade. O restaurante, aliás, tem como filosofia contribuir diretamente para o desenvolvimento do município e oferece oportunidade de trabalho para um bom número de moradores da cidade. "O Serrano era um time de empresários, e isso dificultava na hora de angariar novos patrocinadores, além de não criar identificação com os torcedores da cidade. Imediatamente, após anunciarmos que o Prudentópolis Esporte Clube estava de volta, angariamos fortes parceiros", vangloria-se Canini.

Empolgada, a Prefeitura de Prudentópolis também entrou no projeto. O Newton Agibert, que é municipal, passa por melhorias, como a reforma do gramado. Além disso, o caixa do clube será reforçado com a venda de cerca de 50 placas publicitárias presentes no estádio, com custo variando de R$ 1.500 a R$ 5.000, além do apoio da cooperativa de crédito Sicredi. A apresentação do elenco do Prudentópolis, bem como de todo o projeto, está marcada para o dia 1.º de abril.

A comissão técnica já está definida. Joel Presner é o treinador e Ivair Cenzi o supervisor de futebol . A equipe segue em formação, trabalhando forte em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. No dia 1.º de março o time enfrentou o sub-23 do Paraná Clube, no CT Ninho da Gralha, e venceu por 3 x 1. A mudança de nome de Serrano para Prudentópolis seguirá o trâmite legal que permitiu o Corinthians Paranaense voltar a ser J. Malucelli. "Falta apenas acertar os trâmites legais com a FPF para a alteração, e pagar uma taxa no valor de R$10 mil", explica Valdir Canini.

Autor: Rafael Nascimento


 

 
Deixe seu comentário



Siga o Esporte Brasil
BRASIL
Notícias