Rogério faz ‘milagres’ e São Paulo ganha no Chile

Extraído de: diarioregional.esportes   Outubro 26, 2013

SANTIAGO - O São Paulo tirou grande peso das costas ontem (23), ao conquistar boa vitória de virada sobre a Universidad Católica em Santiago, no Chile . Com atuações decisivas de Rogério Ceni e Aloísio, o atual campeão venceu os donos da casa por 4 a 3 e garantiu vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Pela soma do placar do jogo de ida, finalizado em 1 a 1, o time brasileiro terminou o confronto com o marcador agregado de 5 a 4.

Para alcançar o marcante triunfo em Santiago, o técnico Muricy Ramalho surpreendeu ao escalar o São Paulo com força total (Luis Fabiano ficou fora porque ainda se recupera de problema físico), contrariando expectativa de que contaria somente com os reservas -nesse caso, os titulares ficariam concentrados na próxima rodada do Brasileirão, maior preocupação do clube.

Nas quartas de final, o São Paulo terá pela frente o vencedor do confronto entre Bahia e Atlético Nacional, da Colômbia. O time colombiano saiu na frente ao bater a equipe baiana por 1 a 0, em casa, no jogo de ida. A partida da volta está marcada para hoje na Arena Fonte Nova, em Salvador.

São Paulo e Universidad Católica fizeram um primeiro tempo eletrizante. Mesmo com a vantagem de jogar pelo empate sem gols, o time chileno foi para cima e não deu sossego à zaga são-paulina. Foram duas boas chances de gol em apenas dez minutos de jogo. Rogério Ceni, seguro, garantia o placar inalterado.

Aos 12, Aloísio criou a primeira chance do time brasileiro ao acertar o travessão. A resposta dos anfitriões foi contundente. Aos 16, Costa avançou pela esquerda, entrou na área e viu Rafael Toloi sair em falso para conclusão de Sosa para as redes: 1 a 0. A empolgada torcida chilena, contudo, teve pouco tempo para comemorar. Dois minutos depois do gol de Sosa, Aloísio recebeu dentro da área, girou sobre a marcação e bateu na saída do goleiro Toselli. Era o primeiro empate da partida.

A festa no banco do São Paulo durou quatro minutos. Foi o tempo que a Universidad Católica levou para marcar o segundo. O lance do gol teve início em escorregada de Douglas, que gerou contra-ataque e culminou em finalização certeira de Cordero.  Apenas um minuto separou o segundo gol dos chilenos do novo empate brasileiro. Aos 23, o inspirado Aloísio tabelou com Ganso e recebeu enfiada pela direita. O atacante entrou na área e bateu mais uma vez na saída do goleiro: 2 a 2.

A Universidad Católica, então, passou a buscar mais o ataque. Foi quando a estrela de Rogério Ceni brilhou. O goleiro fez defesa espetacular aos 42, ao se esticar na pequena área para evitar o gol de Costa. Momentos antes, contou com a sorte ao ver bola de Castillo morrer no pé da trave e voltar em suas mãos.

Após levar sufoco no fim da etapa inicial, o São Paulo voltou melhor para o segundo tempo. Aos 19 minutos, Aloísio deixou a posição de artilheiro para dar passe a Ademilson, em posição irregular, receber enfiada pela esquerda e bater de cobertura. Toselli não alcançou e viu a bola morrer nas redes.

Enquanto o São Paulo voltava a se arriscar no ataque, Rogério Ceni seguia empilhando grandes defesas. O goleiro salvou seu time aos 27, em chute forte de Costa. O goleiro, porém, não conseguiu defender o pênalti convertido por Mirosevic, aos 25, após falta de Douglas em Ramiro Costa.

Pressionado, o São Paulo tentou matar o jogo no contra-ataque e obteve sucesso aos 40, quando Welliton tabelou com Ganso. Sem marcação dentro da área, o atacante bateu entre as pernas de Toselli e garantiu a classificação são-paulina às quartas de final da Sul-Americana.




 

 
Deixe seu comentário



Siga o Esporte Brasil
BRASIL
Notícias